Quinta-feira, 27 de Dezembro de 2007

Uma noite no Casino

De onde veio tanta gente?! Estava alerta amarelo! Choviam gatos e cães!!
Como sempre, fomos muito bem recebidos no Casino de Lisboa, por gente muito competente e com vontade de fazer as coisas bem feitas – assim que me dá prazer trabalhar.
Em Novembro de 2006 os Toranja deram o seu ultimo concerto para um Casino cheio e nunca me passou pela cabeça que, um ano depois, com este projecto recém-nascido, iria encher outra vez!

Foi uma grande surpresa e uma noite memorável para nós e espero que também para quem apareceu.
Por estarmos a meio desta digressão de Auditórios, temos o Espectáculo preparado para determinado tipo de palco e, tocar no Casino, com um cenário tão diferente, fez com que tivéssemos de proceder a algumas adaptações.

Construímos o palco por cima do bar central, como já se tinha feito com os Toranja.

Achámos que seria interessante trazer um quarteto de cordas, coisa que nem sempre podemos levar para a estrada. A Mafalda Nascimento, a Sandra Brazão,  a Sandra Martins e a Raquel Cravino ficaram no palco grande (em cima) que serviu, também, para mostrar as projecções e instalar os nossos queridos candeeiros prateados.

O alinhamento seria o mesmo dos Teatros, porque estava a resultar bem e, embora o espaço seja grande, a própria acústica não permite tocar um concerto assim tão maior.

Por este motivo foram-nos dados in-ears (pequenos auscultadores que isolam o som exterior permitindo ouvir apenas o que se está a tocar), aparelho com que eu não simpatizo muito devido às suas características destruidoras da relação banda / público – a verdade é que com in-ears não se ouve grande coisa do que se passa à nossa volta, e eu que dependo muito das reacções de quem me está a ouvir, sinto-me meio perdido, ou então ainda não me habituei.

Desta vez a sorte foi o som no palco, cuja qualidade nos permitiu ver no ensaio que nem eram assim tão necessários os auscultadores, ou seja, eu usei apenas um para referência e o João e o Tiago, nenhum! Estava resolvida a situação.

Durante o jantar havia uma janela onde se via a entrada do casino, e como eu já referi, choviam gatos e cães, coisa que me preocupava até porque a vontade era mostrar o concerto ao maior numero de pessoas possível. Não via muita gente a entrar…
Só no outro dia percebi que tinha que ser eu aprovar os comentários deste blogue. Quando reparei tinha quarenta e tal para ler.

Estou agora a lembrar-me que num deles alguém perguntava o que eu fazia antes dos concertos.
É assim: meia hora antes fui para o camarim. Fiz uns exercícios de respiração que são bons para relaxar todo o organismo, seguidos de mais uns vocalizes para aquecer minimamente a voz antes de entrar. Não vou dizer que sou um perito no assunto porque não sou, mas tenho vindo a perceber o que me faz bem e mal à voz, ou seja, não arrisco muito antes do concerto. No fim disto tudo preciso de silêncio, nem que sejam 20 segundos antes de entrar: pensar no que estou a fazer e para quem o faço…
Quando abriram a porta que dava acesso à sala, reparámos que havia gente por todo o lado! Enchiam os 3 andares por cima do palco circular sem contar com varias centenas à volta do palco. Foi um concerto muito bom para nós. O facto do palco ser circular e de ter pessoas a toda a volta e em cima não permitiu uma grande comunicação com o publico, mas onde estávamos, virados uns para os outros, sentimo-nos dentro de uma redoma cheia de energia que usávamos da melhor forma que soubemos. Tocámos alto e também muito baixinho. As cordas trouxeram uma maior solenidade a certos momentos e mais uma vez adorava ter visto o que o Ruiznho fez (nas luzes) porque toda a gente elogiou também essa parte. Estavam muitos amigos nas mesas que rodavam à volta do palco, o que não deixa de ser extremamente confuso…
Agradeci muito ao publico por ter saido de casa num dia tão chuvoso, tanto que acho que a certa altura roçou a lamechice.
Foi um primeiro concerto em Lisboa que nos deixou muito incentivados para o resto do percurso. Para a frente é o caminho!
Aquele abraço blogueiro.

Boas Festas a todos, se não conseguir escrever mais nada até ao fim do ano!!

 

Tiago Bettencourt

publicado por Tiago Bettencourt às 10:54
link do post | comentar | favorito
|
8 comentários:
De Tiago Mendes a 27 de Dezembro de 2007 às 11:48
Ora muito bem! Realmente, se estivesse no teu lugar, também não estaria à espera de muita gente, num dia de tanta chuva... mas não te esqueças, lisboa é sempre Lisboa! Surpreende-nos...

Essas in-ears até podem ser necessárias, mas é como dizes, acabam mesmo por cortar um bocado a relacção com o público...

Fico feliz por ti por conseguires ter tanta gente a ir para o casino ver o teu espectáculo! Esse Jardim está mesmo bom ;)

"Aquele abraço blogueiro",
Tiago Mendes

PS: Afinal era mesmo o problema de validares os comentários... :P Ainda bem que consegui ajudar ;)
De Noa (Andreia) a 31 de Dezembro de 2007 às 08:03
Isso mesmo Tiago, agora é olhar para a frente e continuar o longo percurso de Êxitos de te aguarda. Tenho certeza que esse concerto no casino foi tão bom quanto vc descreve aqui ou até bem melhor. Não sei por que não tive sorte com o casino Lisboa. Já em 2006, no concerto do Toranja eu não pude ir e agora este ano foi a mesma coisa. E era o que eu mais queria ir, de todos eles.
Mas fico imensamente feliz de saber ter sido tão bom pra vcs e tenho certeza que a partir de agora virá uma sucessão de bons concertos por que eu acredito muito nesse projecto. Um beijo muito saudoso,

Andreia (Noa)


De ana =) a 8 de Janeiro de 2008 às 18:23
eu nao resiti...
cheguei regada e atrasada...

e o jardim já estava completo!


adorei o concerto...
adoro o vosso novo trabalho!
Parabéns!

(mais ainda o concerto do SW plo ambiente de surpresa de todos!)

*continuem...

ana =)
De Manuel Ataíde a 20 de Janeiro de 2008 às 21:51
Podiam chover cães e gatos... mas foi o melhor concerto Arena Live que eu vi. Eu e a pessoa que foi comigo, que não conhecia quase nada deste projecto... nem dos Toranja.
Podiam chover cães e gatos... mas não consegui esconder a emoção de ver o que considero o melhor projecto do panorama musical português.
Podiam chover cães e gatos... mas a qualidade sonora ainda hoje se encontra a pavonear nas minhas memórias.
Podiam estar a chover cães e gatos... mas já comprei bilhetes para o espectáculo de Sesimbra. A esse concerto levo um ex-aluno, de apenas 10 anos de idade.
Poderão estar a chover cães e gatos em Sesimbra... mas vou-lhe mostrar o que a música portuguesa tem para oferecer, numa altura em que os seus ouvidos apenas aguentam com pop's sem mensagem e martelinhos sem harmonia.
Nem que o mundo desabe à minha volta... mas vou vibrar mais uma vez com este projecto. desta vez sentado - não prometo que o consiga fazer - à frente
De Joana a 9 de Fevereiro de 2008 às 18:13
E eu lá estive para encher o casino das duas vezes. Para o ano ha mais? ;) De uma maneira ou de outra, são sempre excelentes...

Valeu a pena a molha e os 50km d regresso a casa em alerta amarelo. Mesmo a chover cães e gatos, "fazes muito mais que o sol"! =)*
De catarina a 21 de Fevereiro de 2008 às 17:38
Eram 23 horas, mais precisamente, faltavam 9 horas para a entrega do Projecto final, e como nao podia deixar de ser, porque nao faxer um intervalo? Revitalizar as energias antes de uma directa a maquetar.
''Arejar'',esticar as pernas e mudar a playlist que já tocou mais de 20 vexes a mesma musica!
Já sei...vamos ouvir o tiago (como se já te conheçe.se da mesma maneira que conheço o mies, ou o pawson)
Mas aqui surge a novidade...Vamos sim ouvir o tiago...mas ao vivo!(qual itunes qual quê?)
Nunca um intervalo valeu tao a pena!!!O palco, o ambiente, e acima de tudo a musica!9 horas mais tarde...orgulhosa do trabalho pronto ao som de tiago bettencourt & mantha.
O melhor foi o ''olá'' a umas pessoas barulhentas na varanda. (Barulhentas nem tanto, graças a esses novos in-ears!) Uma espécie de agradecimento...agora é a minha vez

Obrigada,
*
De isa cimenta a 20 de Março de 2008 às 23:04
eu tambem estive nesse concerto e tambem ja cheguei um pouko em cima da hora e a reclamar com kem tava comigo pk n se despachavam mas valeu mt a pena, cm sempre. vi-te em coimbra na queima levada por uma amiga e fiquei totalmente apaixonada plo vosso trabalho na altura os toranja, mais do k ja era e este cd c os mantha esta excelente e dou-te os meus parabens pk cda concerto teu eh um momento glorioso...transmites smp algu dificil de explicar. por td isso mt obrigada. obrigada por escreveres e cantares.
De sofiamoreira a 27 de Março de 2008 às 00:33
Mesmo debaixo de chuva estava ansiosa para ver o novo trabalho depois dos dois fabulosos discos dos Toranja que ouvi vezes sem conta...simplesmente fantástico...ainda não conhecia "O Jardim", mas sem dúvida, a alma está lá...tudo aquilo que não sabemos largar, qualquer coisa que prende e nos desfaz...até ao S.Jorge!!

Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 20 seguidores

.pesquisar

Photobucket


Photobucket
Photobucket

Photobucket

.posts recentes

. QUANDO ME PEDIRAM UM VIDE...

. O senhor do lado

. ...

. "TIAGO NA TOCA e os poeta...

. Sobre a apatia:

. silêncio

. Somos numero 1!!

. Mais explicações ainda...

. Explicações

. NOVO ALBUM já em Pré-vend...

.arquivos

. Abril 2012

. Dezembro 2011

. Janeiro 2011

. Julho 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

.subscrever feeds